quinta-feira, 9 de abril de 2009

Lembro das tardes que passamos juntos,

não é sempre, mas eu sei que você está bem agora. Pra mim é importante saber, porque eu te amo, e é muito ruim não saber de quem a gente ama. E mesmo que você não mereça um décimo disso tudo aqui dentro que me consome, meu amor é cego, surdo, mudo, tapado! Não mede merecimento. Só ama, com tudo que tenho! Como um cão defende seu osso. Eu percebi que o amor é mais. Amo, como nunca pensei que amaria! Mas ando preferindo ficar longe de você, por mais que me doa tanto. Não me machuque mais assim. Porque ainda é criança no amor. Meu coração não é jardim de infância, nem parque de diversões pra você brincar.

2 comentários:

Débora disse...

Oi? Gostei do seu blog. Interessante as postagens para uma pessoa que ninguém sabe quem é mas muitas vezes quem lê se identifica. Meu blog estava quase completamente assim, com postagens direcionada a uma pessoa que nem acesso ao blog tinha, ao meu amor por ele, às minhas visoes com relação aquele sentimento, como se eu estivesse falando pra mim mesma e ao mesmo tempo pra ele. Posso te add na mnha lista de blogs? :) abraço

Anônimo disse...

necessario verificar:)